é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Caio Vasconcelos
Publicada em 27/06/2018 às 09h02

Minha Análise - BAHIA 0x0 Ceará

Meus Amigos,

Ontem na FN, com um público até razoável pelas circunstâncias, o Bahia conseguiu chegar a sua terceira Final em 4 edições da Copa do Nordeste!

Num péssimo jogo da equipe tricolor, onde não saiu derrotado por incompetência do time cearense, a falta de um atacante de origem demonstrou que o Bahia precisa mexer no seu DM/Fisiologia com urgência. Não é possível que 3 atacantes estejam lesionados, 2 por lesões musculares e 1 por entorse a mais de 30 dias. Fora o histórico de demora na recuperação de lesões que o time tem. Nossa meta, se quisermos voltar a ser o time grande do passado, deve ser a de ter os melhores equipamentos/profissionais na estrutura do clube, para que os recursos disponíveis (atletas) estejam disponíveis o máximo de tempo possível. Só assim igualaremos a diferença financeira existente.

Voltando ao jogo, um ponto positivo foi a compactação das linhas. O time estava mais próximo, algo que não se via com GF esse ano. A leitura de Enderson Moreira com o lado direito da defesa, mudando Gregore e Elton de posição, depois de ataques perigosos do Ceará, merece destaque. Por fim, ainda a mobilidade de Zé Rafael, Elber e Regis é algo que terá maior utilidade com a presença de um atacante definidor (Edigar ou Gilberto).

O jogo do time foi ruim exatamente porque essa troca de passe/movimentação não surtiu o efeito esperado. Os erros de passe no último terço do campo, faziam com que a bola “batesse e voltasse” o tempo todo. O time deu muitos contra-ataques ao Ceará, sem necessidade. Ao invés de valorizar a posse de bola, forçou muito a jogada pelos lados, que terminavam em cruzamentos ineficientes. Foram poucas as jogadas pelo meio. O único destaque ofensivo foi o chute de Mena, fechando na segunda trave, após cruzamento de Nino. O chute de Elton para fora não merece elogios.

Na segunda etapa, com Allione em campo, o Bahia passou a valorizar mais a bola. Houve um equilíbrio das ações, passando a sofrer menos ataques do Ceará.

Além disso, com Edson em campo, o time começou a ganhar também as jogadas aéreas e não correu riscos até o final. No fim, a equipe saiu vaiada de campo, mas classificada à final! Rumo ao octa!!!

Anderson – Seguro, fez belas intervenções e merece elogios. Douglas terá que trabalhar para recuperar a titularidade.

Nino – Errou muito ofensivamente. Ficou sobrecarregado na parte defensiva. No 2º tempo foi melhor, não subindo tanto.

Tiago – Quase faz 2 gols no 2º tempo. Num cruzamento de Allione e num chutaço de fora da área. Mas ainda não passa segurança, principalmente devido às questões físicas. Lutou bastante.

LF – O melhor do Bahia. Muito seguro, eficiente, foi a principal saída de bola do time. Merece todos os elogios.

Leo – Não foi mal, mas tb não apoiou muito. Seu passe inicial é ruim, o que as vezes mata a construção de uma jogada.

Gregore – Jogando sozinho na marcação, ficou sobrecarregado no 1 tempo. Quando passou a cobrir Nino, conseguiu estabilizar as investidas do Ceará por aquele lado. Melhorou com a entrada de Edson no 2 tempo.

Elton – Pode até parecer perseguição, mas ontem novamente foi mal. Tanto que Enderson mudou ele de lado e prendeu Mena e Leo, para auxilia-lo na marcação. Sua saída do time é necessária. Pode até útil em alguns momentos do jogo, mas agora não está justificando sua titularidade.

Régis – Lutou bastante mas pouco produziu. Sem a referência, fica um pouco “perdido”, pois procura sempre um atacante.

Élber – Mal no confronto, foi nulo. Até se mexeu bem, sempre em condições de receber a bola. Porém ao dominar o esférico, quase sempre perdeu a pelota e deu contra ataques ao Ceará. Mereceu ser substituído.

Mena – Taticamente foi muito bem. Sabe fazer a 2ª linha de meio campo com inteligência. Porém, Não é um atacante. Em jogos que precisaremos do resultado, sua saída de bola será mais útil, como apoio aos meias.

Zé Rafael – Muito mal em campo. Seu posicionamento, pelas circunstâncias do jogo, o prejudicou muito. Tem que vir com a bola de trás. Rende mais jogando pelos lados do campo. Pra variar, ainda roubou bolas importantes.

Edson – Entrou bem. Ganhou varias bolas pelo alto. Forte fisicamente, estabilizou a defesa.

Allione – Entrou e deu qualidade ao passe no meio campo. Sua calma com a bola (confundida com lerdeza por parte da torcida, que anda muito agoniada) é importante para o time. Nesse “mar de intranquilidade” que é o meio campo, sua presença é fundamental.

Vinicius – Entrou e pouco produziu. Uma boa falta cobrada e um contra ataque dado de graça ao Ceará no fim da partida. Outro jogador que precisa vir de frente com a bola para render mais.

Enderson Moreira – Pelas condições do jogo, com a grande quantidade de lesões, armou um time competitivo. Além disso, fez uma boa leitura do jogo e estabilizou a defesa. Está na final!

Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.