é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Caio Vasconcelos
Publicada em 02/04/2018 às 00h16

Minha Análise - BA 2 x 1 Vi

Meus Amigos,

Hoje no Estádio da Fonte Nova, para quase 40 mil tricolores, o Bahia venceu o rival Mamão com Açúcar com autoridade e deu mais um passo em busca do 47 título Baiano.

Apesar de um início equilibrado, com jogadas mal finalizadas de ambas as partes, o Bahia propôs mais ações ofensivas, contra o rival claramente jogando sem qualquer pressa, com o regulamento debaixo do braço. Numa falha da defesa na saída de bola, o adversário teve um escanteio que Douglas fez uma belíssima defesa.

O grande destaque do Tricolor foi o garoto Marco Antônio, que infernizou o lateral direito Lucas e criou boas movimentações pelo lado esquerdo. Porém, a ausência de Nino era sentida e o Bahia praticamente não atuou pelo lado direito do ataque. Na primeira jogada que se desenhou por ali, Zé Rafael e Vinicius fizeram uma boa tabela e o camisa 29 “achou” Edigar. O Camisa 11 dominou na entrada da área e não perdoou. Chute cruzado na saída do goleiro. BAHIA 1-0.

Apesar de ser melhor no confronto, o Bahia continuou vacilando na defesa. Num erro de passes, Neilton saiu frente a frente com Douglas e bateu para intervenção do goleiro tricolor fora da área. O lance gerou dúvidas quanto ao toque da bola, se foi mão, intencional ou não, se era o último homem antes do gol e se merecia expulsão ou não. O Árbitro marcou falta e amarelou o arqueiro do Bahia.

Ainda no primeiro tempo, Destaque para um gol incrivelmente perdido por Zé Rafael. Marco Antônio, que fez Lucas de gato e sapato durante todo o jogo, fez mais uma linda jogada pelo flanco esquerdo. No cruzamento a redonda passou por Fernando Miguel e caprichosamente tocou na canela do camisa 10 tricolor, já com a meta rubro negra vazia.

No segundo tempo, a superioridade tricolor foi ainda mais latente. Logo aos 6 minutos, Marco Antônio fez um lindo passe para Vinícius que foi derrubado por Fernando Miguel. Pênalti. Na cobrança, Vinishow botou a pelota no filó! BAHIA 2-0 e Joelho, Joelho, Créu, Créu!

O Bahia continuou buscando ampliar o placar. Porém sofreu um gol por não “matar” a jogada no meio campo. Neilton entrou tabelando com Juninho e serviu Luan, que livre na entrada da área chutou sem chances para Douglas. 2-1.

Cabe ainda destacar as entradas de Nilton, Regis e Allione. Criaram algumas chances que por pouco não se converteram em gol. No fim, o triunfo tricolor foi incontestável, numa boa apresentação da equipe. É óbvio que o resultado é perigoso, mas o time tricolor vem numa crescente e segue com vantagem para a decisão domingo que vem.

Por fim destacar a espetacular atuação da torcida tricolor. Desde a chegada do ônibus, durante toda a partida e no fim entoando o hino do clube, fez da Arena um pouco da velha Fonte Nova, onde os rivais tremiam ao enfrentar o Esquadrão! BBMP

 

Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.